× ENTRAR CADASTRE-SE

Pela primeira vez, mais da metade da Zona Rural tem acesso a Internet

Por CBC Agronegócios

08 de Junho de 2020

 

de inúmeras conversas e discussões, diferentes teorias a respeito de quando e de como sairemos dessa pandemia são enumeradas. Entretanto, a digitalização de nossas rotinas que veio com a COVID-19 é inegável, e o acesso à internet na zona rural deixou de ser uma opção, tornando-se primordial.

O mundo vai mudar. Será?

Engana-se quem pensa que o mundo ainda vai mudar, pois ele já mudou! A transformação digital vem ocorrendo paulatinamente ao longo dos anos, e quem não acompanhar o ritmo de tais mudanças, com certeza perderá oportunidades, tanto na esfera pessoal quanto na profissional.

A Covid-19 veio apenas acelerar esse processo, uma vez que houve uma verdadeira corrida para implementação do home office, por exemplo, e maior busca por comercialização de produtos e serviços pela internet.

Uma urgente adequação acertou em cheio a vida de pessoas físicas e jurídicas, escolas, indústrias, comércios e mesmo a zona rural que, por sua vez, deve ser extremamente beneficiada com essa nova realidade virtual.

Internet e Otimização

Da agricultura familiar às grandes corporações. Não importa. A internet faz e continuará fazendo grande diferença no dia a dia de pequenos, médios e gigantes no agronegócio.

Ao fazer uso da conectividade rural, o produtor abre diante de si um universo de possibilidades como a internet das coisas (IoT) e o Big Data, otimizando suas atividades, pois é possível:

  • Automatizar operações em partes ou por completo;
  • Registrar os dados diários, a fim de analisá-los posteriormente, o que permite explorar melhor sua capacidade produtiva, sem mencionar a previsão de possíveis intercorrências, antecipando-se a elas;
  • Monitorar máquinas e equipamentos dotados de sensores em tempo real, mesmo à distância, conseguindo interferir pontualmente em suas ações;
  • Comunicar-se de maneira rápida e eficaz com os trabalhadores do campo.

Além de reduzir custos, exercer maior controle de qualidade de sua produção e otimizar a gestão como um todo, a internet na zona rural também se constitui em um grande facilitador de negócios.

Internet na zona rural: facilitadora de negócios

Se tem algo que é inerente a essa digitalização mundial é o encurtamento de distâncias. Com alguns cliques consegue-se saber o que ocorre em qualquer lugar do mundo, e não só isso.

A perspectiva de alcançar novos mercados é real para quem compra, quem vende sua produção ou insumos agrícolas, assim como para aqueles que prestam serviços para o setor. Dessa forma, podemos afirmar que as barreiras geográficas caíram com a internet, deixando, assim, de ser um fator limitador à expansão do agronegócio.

Nessa mesma direção, surgiram as plataformas de comercialização. Sua grande vantagem é a de concentrar em um único lugar quem procura e quem oferece produtos e serviços do Agro, facilitando esse encontro e tornando o setor mais competitivo.

Obviamente a segurança das transações tem de ser garantida, até por conta dos contratos ali assinados também de forma digital. Para tanto, há de se prestar atenção na idoneidade de quem faz a gestão da plataforma.

Outro ponto essencial é garantir a qualidade da conexão, que não pode ficar caindo a todo instante, prejudicando aquilo que deveria ser um diferencial competitivo.

Logo, é de suma importância que Governo e produtores se empenhem para que a conectividade na zona rural abra mais mercados para o Agronegócio, objetivando que ele continue a ser o maior impulsionador da economia brasileira e, quiçá, do mundo.

Através da CBC Agronegócios você pode se conectar com milhares de empresas para comprar ou vender seus insumos agrícolas. Basta se cadastrar, colocar sua oferta ou negociar com outras partes. Clique aqui para se cadastrar

Já é cadastrado, crie seu hábito produtivo. Insira indicações e acompanhe mercado.